domingo, agosto 20, 2006

A verdadeira história do Teorema de Pitágoras

Gentas e gentos,

Vocês sabem que sou dotado de duas grandes virtudes: cultura e modéstia. Em matéria de cultura, não há quem me sobrepuje. Em modéstia, também não.

Isto posto, vamos à história do Pitágoras e seu famoso teorema. Na verdade, a história não é invenção minha. Alguém me contou. Apenas os detalhes (onde, quando, como) é que são o resultado de profundas pesquisas por mim realizadas.

Vocês lembram do Teorema de Pitágoras? Era o terror que nossos professores de matemática nos enfiavam na cabeça, quer quiséssemos, ou não, na época em que cursávamos o ensino básico. Mas, por que o Pitágoras ficou tão famoso com essa história toda? Eu explico.

Pitágoras era um professor de matemática. Isto é evidente! Mas, onde ele exercia seu ofício? Em Portugal, a terra dos nossos queridos José Andrade, Florinda e Teresa Silva. Mais precisamente, ele era professor de matemática em uma academia militar.

Acontece, entretanto, que, matemática enche o... E o Pitágoras, solteiro, passou a frequentar a alta sociedade de uma aldeia próxima, a ver se conseguia alguma rapariga jeitosa, para casar. E não é que encontrou?

Muito bom. Casou-se. E, como quem casa quer casa, Pitágoras, e sua esposa, logicamente, montaram sua própria casa.

Mas, o Pitágoras, professor de matemática, não tinha uma conversa muito atraente, digamos assim: uma conversa redonda como uma boa cerveja. Não! Era só: a mais b ao quadrado, c ao quadrado, etc. E a esposa foi ficando de ... cheio de tudo aquilo. E, aos poucos, não correspondia mais às conversas do Pitágoras.

O Pitágoras começou a desconfiar de que havia alguma coisa errada e comprou um revolver.

Um dia, um professor de português, um tal de Prof. Luiz K. Mãos, faltou, e o Pitágoras pode antecipar o horário de suas aulas. Muito conveniente, pois assim, iria mais cedo para casa.

Conveniente? Não. Foi isso que causou a tragédia.

O Pitágoras chegou em casa mais cedo. Abriu a porta e não viu a esposa. Devia estar no andar de cima. Resolveu surpreendê-la, subindo a escada sem nenhum ruído. Pois surpreso ficou ele, ao encontrar a esposa na cama, nua, na companhia de dois cadetes da academia. Não teve dúvidas. Sacou a arma e, com três tiros certeiros, matou os três.

O Pitágoras, como bom professor de matemática, era um sujeito muito meticuloso e deu ordens para que os três fossem enterrados no cemitério local: os dois cadetes à esquerda e, à direita, a esposa. Mais meticuloso ainda, ordenou que as covas fossem tapadas com grandes lápides quadradas de mármore. Quadrados perfeitos, não esqueçam que o Pitágoras era matemático. Mas, a lápide da esposa seria bem maior que a lápide dos infelizes estudantes da academia militar. Mais precisamente, teria uma superfície de tamanho equivalente à soma das lápides dos dois felizes infelizes. E, assim foi feito.

No dia seguinte, o mundo todo tomou conhecimento do ocorrido, através das manchetes dos jornais sensacionalistas:

"A SOMA DOS QUADRADOS DOS CADETES É IGUAL AO QUADRADO DA HIPÓCRITA LUSA"

E, assim, através dessa frase tão simples, mas, tão significativa, o Pitágoras passou à categoria dos matemáticos conhecidos mundialmente.

JF

(Publicado, originalmente, na lista de discussão NESO, aos 19/08/2006)

10 comentários:

Lu Farias disse...

Ai, se você me tivesse ensinado isso antes, pai...

Lu Farias disse...

Ai, se você me tivesse ensinado isso antes, pai...

Re_Ventani@ disse...

Caramba, vou voltar com mais calma para ler tudo, e como na Lu, estou presentindo bom divertimento...
Adorei suas verdades ditas de forma " nua e crua", rs
Um abraço JF

Alexandre disse...

conhecia o tal fato, mas agora fiquei em dúvida qt ao nome da feliz infeliz. era Lusa ou Nusa ?

Anônimo disse...

queria uma amiga que me explicase a cuidar de orquideas.
pode ser vc

Anônimo disse...

ñ entendi naada com sempre toda vez q leio ñ entendo!

MyA disse...

muito bom ajudou muito no meu trabalho de filosofia!!!!! a melhor manieria de esplicar o teorema de pitagoras sem que todos durmissem..KKKKKKK

Anônimo disse...

foock you' velho safado v si posta algo de util pra nós estudantes sérios

Anônimo disse...

eu achei muito interessante, pois tem muita coisa. mas... eu vou dar minha opinião... eu acho que poderia ter muito mais explicações.
mas eu tambêm entendo que vc contou o que sabia e o que vale mesmo e a intenção do escritor.
mas faz um favorzinho pra mim??? sera que da pra colocar algo mais facil de entender. obrigada!

Anônimo disse...

Pura invenção. Esta foi, aproximadamente, a pior história que já li, ou melhor, estória.