quarta-feira, junho 04, 2008

CADASTRO NACIONAL DE GRÁVIDAS

Gentes,

Vocês já assistiram, alguma vez, a TV Câmara? E a TV Senado?

Bom, meu pai não tem mais visão. A distração dele, portanto, é ficar ouvindo a TV Senado e a TV Câmara, o dia inteiro. Com isso, por tabela, a gente acaba ouvindo, também.

Dia desses, me diverti bastante vendo o senador Suplicy dirigir-se a Ministro Mangabeira Unger:

“Sr. Mangabeira Unger, digníssimo Ministro Extraordinário do Ministério de Assuntos Extraordinários.”

Foi uma simples confusão. Ministro de Assuntos Estratégicos... Ministro de Assuntos Extraordinários... São nomes bem parecidos e quase que se pode dizer que foi apenas uma confusão semântica.

Nas segundas feiras, tradicionalmente, o movimento da Câmara dos Deputados é fraco, assim como nas 6ªs feiras. São dias normais de funcionamento desse órgão do legislativo nacional, mas, na prática, só funciona, mesmo, com a plenitude de presença dos deputados, de terça à quinta feira. Assim, 2ª e 6ª feira são os dias em que aqueles deputados de que a gente nunca ouve falar (que não cheiram e nem fedem) aproveitam para fazerem seus discursos e, assim, aparecerem na televisão (TV Câmara).

E foi assim que, na última segunda feira, pude ouvir discursar o deputado Walter Brito Filho, do PRB, da Paraíba.

Para começar, não me lembrava de já ter visto essa sigla. São Google me esclareceu: Partido Republicano Brasileiro. Além do senador Marcelo Crivela (PRB-RJ), também é o partido do nosso Vice-Presidente da República, o... como é mesmo o nome dele? Hááá, sim! É José de Alencar. E, também, o partido do ministro extraordinário de assuntos estratégicos Mangabeira Unger. Partido influente, heim? Mesmo a gente não ouvindo falar.

Bom, mas vamos ao discurso do Brito.

Pois o Brito apresentou um projeto de lei importantíssimo: cria um cadastro nacional permanente de todas as mulheres que estejam grávidas, por todo este país afora. É verdade! A coisa funcionaria assim:

Quando a mulher vai procurar um posto de saúde, um hospital, ou qualquer outro órgão ligado à saúde, tanto da rede pública quanto da rede privada, e desde que fique constatado que ela esteja grávida, imediatamente deverá ser comunicado o fato ao órgão competente (ainda a ser designado ou criado). Qual a finalidade? Segundo o deputado, é para evitar abortos. É verdade! Eu ouvi isso com estes meus próprios ouvidos que a terra, um dia, há de comer: é para evitar os abortos! Como? Fácil! Havendo um registro, depois a mulher poderá ser cobrada.

"Cadê o bebê?"

"Num sei! Acho que gato cumeu!"

"Têje presa!"

Gentes, e como é que ficam aquelas mulheres lá no interior da Amazônia, e de todo esse interiorzão brasileiro, que dão à luz sem nenhum controle médico, cujos filhos sequer são registrados? Será que a Funai vai se encarregar de comunicar a existência de mulheres índias grávidas?

Bom, mas não foi só isso.

Depois dele, falou um tal de deputado Magela, do PT do DF, ecólogo que veio defender a não utilização da floresta amazônica e do cerrado brasileiro para fins agrícolas e pecuários. Até aí, sem muita novidade, apesar de que acho que pode haver uma exploração sustentada dessas áreas, sem destruí-las, mas desde que haja uma muito, mas muito mesmo, efetiva fiscalização, sem nenhuma artimanha e sem nenhuma corrupção (isto é quase que utopia!).

Mas o tal do deputado Magela se explicou. Existem, no Brasil, milhões e milhões (foi isso mesmo que ele falou: MILHÕES E MILHÕES) de quilômetros quadrados de terra que podem ser utilizados sem mexermos na Amazônia e no Cerrado.

Aí, eu pergunto:

"Milhões e milhões de quilômetros quadrados, deputado? Mas se já temos uma enorme área aproveitada em plantações de soja, de cana, de café, de algodão, de laranja, de inúmeras outras culturas, além de enormes áreas utilizadas em pecuária, e, ainda considerando que as áreas de cerrado e de floresta amazônica podem atingir, não sei ao certo, de um terço à metade dos oito e meio milhões de quilômetros quadrados da superfície nacional, onde estão esses "milhões e milhões de quilômetros quadrados" que ainda podem ser utilizados e que o senhor está dizendo?"

Gentes, não entendi. Será que o deputado Magela, do PT do DF, atrás desses milhões e milhões de quilômetros quadrados, está pensando em invadir a Bolívia, a Argentina, a Venezuela, o Peru, a Colômbia, o Uruguai, o Paraguai, o Suriname, a Guiana? E por que deixar Chile e Equador de fora? Seria preconceito só porque não fazem divisas com a gente? E, nesse caso, aproveita-se, ainda, para invadir a Guiana Francesa e dar um final feliz à tal da Guerra da Lagosta, um dia iniciada e não levada avante.

Gentes, isso é o que se discute na Câmara de Deputados do Brasil!

Abraç...

Ops! Que oportunidade para o presidente! Afinal, o PRB faz parte da base de apoio de seu governo. Poderia ser criado o Ministério Extraordinário para cuidar desse assunto. Além do ministro, aconteceria mais uma infinidade de cargos a serem distribuídos aos aliados, agregados e companheiros.

Sem falar nas polpudas comissões a serem pagas a alguém pela empresa que vencer a concorrência para fornecer as "carteirinhas de grávidas". Uauuuuuuu!!!

Gentes, me desculpem preciso parar por aqui e correr para me filiar a algum dos partidos da base do governo. Quem sabe eu não viro Ministro Extraordinário da Gravidade Nacional? Ou seria “da Gravitação”? Bom, não importa. Do jeito que anda minha situação financeira, aceito até o cargo de Ministro Extraordinário para Assuntos Aleatórios.



A charge que ilustra o início do blog é de autoria de meu genro Vagner, marido da Lu (...eeeepa).
A foto, no meio do texto, é uma concepção artística de E.T. de Varginha.
A foto final é o E.T. criado para o cinema pelo Spilberg.
Qualquer semelhança dessas ilustrações com a Câmara do Deputados e alguns de seus membros é mera coincidência... Acho!!


Abração,
JF
Itatiba/SP

14 comentários:

Anônimo disse...

Esse 'tal' de Wagner leva jeito, heim!

Abçs

Pr

Maria Helena disse...

jf,
Fantástico!!!!!
Passei por aqui,é rí a valer...
Tudo perfeito, o texto, a charge,o ET na imagem, adorei!!!!!
Grande abraço.

Tina disse...

Oi JF !

Nunca esteve tão certa a frase: " Este não é um país sério"... O negócio é rir para não chorar.

beijo e bom fim de semana,

Scliar disse...

Bem, a CANA (anac ao contrario) vai cuidar deste dginissimo que aterrisou tambem ao contrario em plena Brasilia! Ond ja se viu, gentemmmm! Bem, mas venho aqui defender um novo movimento - O MMGSR, isso mesmo: Movimento das Mulheres Gravidas Sem Registro. Ja estamos programando invadir alguns hospitais para garantir o direito a "nascença" E por via das duvidas, tambem as fabricas de fraldas e outros que tais... Por isso, vou me despedindo por aqui e correndo fazer minha filiaçao (ah, claro! filiaçao vem daí, porque se fosse abortar seria abortiação!). Ethel SC
PS Nao é brincadeiro, tenho documentado de papel passado, oficio assinado por "Diretor-coordenador geral da comissão de coordenação para Coordenar o Plano de Coordenaçao (so nao lembro de que coordençao era: hoje estou um pouco descoordenada!)".

Claudinha disse...

Caro JF!
Adorei o desenho do "marido que tem cara de desenho"! Eles são sensacionais em seu trabalho!
(eles o seu genro e sua filha, não so políticos).
Bem, vamos fazer logo as carteirinhas gente que a mulherada não perde tempo não!
Beijos!

itiro disse...

Parece tudo piada...
Eu proponho a sua candidatura pra botar mais seriedade (...eeepa!) lá em Brasília!
Fui ver os oito desejos do Ed. Muito sábio, além de ser boa pinta!
Um ótimo fim de semana!

Blog do Beagle disse...

MIgo, tem cada uma que dá vontade de chorar. Cadastro de gestantes é ótimo!!!!!!!!!!! Suplicy confundindo nomes é o normal dele... Bjkª. Elza

maith disse...

Você tem razão, os nossos governantes e cambada anexa é uma vergonha!
Seria preciso que HOMENS de verdade tomassem conta deste barco afunda não afunda.
Mas, tenho pouca esperança pois o meio é tão corrupto que uma pessoa medianamente honesta não aguenta o desafio.
Mas Deus que cuida deste Universo desde sempre vai dar um jeito nisso. Você vai ver!
Parabens ao Vagner pela charge. Está ótima!
Meus blogs estão atualizados a espera de sua visita.
http://www,cuidadoestaoteespiando.blogger.com.br.
http://www.bisavo.blogger.com.br

Mari disse...

Olá,J.F
Estive fora de área...desculpe o sumiço!

Estes programas estão mais para Zorra Total do que para TV Senado e Cãmara..
Coitado do seu pai,isso é tortura...coloca umas músicas do Zé Pagodinho para ele ouvir e se divertir de verdade...rs

Não consegui entender o tal "Cadastro"..ele ia colocar chips em todas as mulheres??Trabalho com grupos de mulheres que nem sequer vão a médico e Hospital...que têm filhos em casa (favela) ou que abortam no banheiro da escola...
Ele devia era acreditar que somente através da Educação que o Brasil poderá mudar...Ahhh,que raiva desse povo!
Adorei as imagens!!
Bjs

Luma disse...

Parabéns ao Wagner!! Ótimo trabalho!
Eu sempre vejo tv senado, sesc tv, o canal da alerj...até porque nos outros canais quase nada presta! E presencio muitas aberrações! Pena que não tenho esse dom de contar histórias! (rs*) Boa semana! Beijus

Marco disse...

Pois é, amigo J.F.
Quem será o ET? Eles ou nós? Às vezes eu me acho como se fosse um ser de Urano que foi abduzido e jogado aqui na Terra. Olho em volta, vejo esses políticos e sinto que tem algo estranho. Carpe Diem. Aproveite o dia e a vida.

Magui disse...

Qunado vejo a Cãmara dos deputados eu acabo sabendo alguma coisa que está acontecendo pelo Brasil.Mas o Pequeno Expediente é muito cedo para mim.

LIno disse...

Que idéia brilhante, não? Será para que serviria o cadastro? Será que o nobre parlamentar pensou nisso?

Chris R. B. disse...

muito bom!!!