domingo, julho 01, 2007

Família Jacaré na "Festa de São Pedro, o Porteiro do Céu"

Gentes, mais uma apresentação do Família Jacaré.

No passado, há mais de trinta anos, aqui em São Paulo-SP, eram comuns as festas juninas, comemorativas de Sto. Antonio, São João e São Pedro. Com o decorrer do tempo, isso praticamente desapareceu. Possivelmente, nas cidades do entorno, na chamada Grande São Paulo, como Cotia, Embu, Pirapora do Bom Jesus, Itapecirica da Serra e outras, cidades com boa parcela de população originária do Nordeste, esses festejos ainda devem ser comuns.

A tradição das festas juininas não poderia cair no esquecimento, como vem ocorrendo. Daí a importância da divulgação feita pelo Itamar Souto, na lista de discussão NESO (Não É Sobre Orquídeas), desses festejos ainda hoje realizados no NE. Obrigado, Itamar.

Ontem à noite, participamos de uma festa dessas. Maravilhoso proporcionar às nossas netas a oportunidade de assistir, ao vivo, manifestações do nossa folclore, da nossa tradição popular.

Na Vila Mazzei, na região Norte da cidade, uma festa de rua organizada pela Tania Clemente e pelo Marcos Silva, do grupo do Tato Fischer, e pelo pessoal da Rua Purus, o Eli Clemente e demais pessoas (desculpem não citar os nomes, mas fiquei sem saber).

Na ocasião, manifestações culturais muito interessantes proporcionadas pelos grupos

-Congada São Benedito, de Cotia-SP,
-Samba de Roda, de Pirapora do Bom Jesus-SP,
-Companhia de Reis Estrela do Oriente, de Vila Nhocuné, bairro da zona leste da Capital,
-Trança Fitas - Grupo "Ô de Casa", Vila Sabrina, daqui da Capital, com a participação ativa da Tania, "puxadora" da música.

E, entre as apresentações desses grupos, a apresentação do Família Jacaré.

No final, duas duplas caipiras, formadas de cantadores, violeiros e sanfoneiro. Um pessoal muito bom que, além da cantoria, ainda animou a enorme dança da quadrilha. Como as duas meninas já estavam totalmente "pregadas", saimos da festa às duas da manhã. Mas a animação desses cantadores e do pessoal da festa era, ainda, muito grande. Nem imagino até que horas foi.

Quanto à apresentação dos Jacarés, foi muito boa (ao menos, nós achamos! Modéstia à parte!). Nesses nossos três anos de caminhada, e contando com a experiência que nos é passada pelo Tato Fischer, aprendemos a, na hora, mudar nossa programação, de acordo com o que sentimos da assistência. E, mais uma vez, na hora, deixamos de cantar algumas músicas programadas, substituindo-as por outras que dariam resultado melhor às circunstâncias. O resultado foi o por nós esperado: muita gente cantando junto, inclusive as músicas que julgávamos menos conhecidas. O "ponto alto" da participação do público, cantando junto, talvez tenha sido o divertido "Mister Eco", de Alvarenga e Ranchinho. Como costuma afirmar o Tato, essa é uma das músicas do nosso repertório que não pode faltar nas apresentações. Grande e sábio Tato Fischer!

Destaque, ainda, para a enorme quantidade de "comes e bebes", com doces típicos espetaculares: pé-de-moleque, paçoca, etc.

Curiosidade: depois de nossa apresentação, uma das pessoas presentes veio nos dizer que foi casada com um dos integrantes do grupo "Raizes", que gravou a "Moda da Traira", ainda nos anos 70. E que ouviu, emocionada, a nossa interpretação dessa música, que nos foi passada, justamente, por um dos antigos integrantes do grupo, o Valdir da Fonseca. Gentes, como é importante citarmos os "créditos" das músicas que cantamos. Já é a segunda vez que isso nos acontece. E, nas duas vezes, tínhamos citado, tim-tim por tim-tim, todos os créditos de direito. A moça ficou tão feliz que prometeu enviar-nos um "vinil" do grupo "Raizes". Ebaaaaaaaa!!!

Quero, de público, agradecer à Tania, ao Marcos, ao Eli e aos demais organizadores da festa pela oportunidade de vermos que ainda existem dessas manifestações culturais em nossa cidade, bem como agradecer pela oportunidade de mais essa apresentação do Família Jacaré.

Abração

Zeca (JF) Jacaré

10 comentários:

Luciana Farias disse...

Só faltou contar da sua filha e o seu genro dançando a quadrilha, completamente desengoçados, HAHAHAHAHA...

Beijão!!!!

LIRIS LETIERES disse...

Viva São João!!!!!!!!!!!

Meire disse...

Festa de Sao Joao é muito boa..eu ateh ja fui noiva em uma destas....
Ah, to vindo la do blog da tua filhota,
Meire

Ciça Donner disse...

Familia Eeeepa dancando quadrilha?? Jura que perdi essa?

Luciana Farias disse...

Ciça: visualize a coisa: eu com meu metro e 67 e 90 quilinhos e maridão com 1,93 e mais de metro e meio de perna. Aí alguém falou galopeeeeeeeeia!!! E quem disse que eu conseguia ir atrás??? Até agora não estou sentindo as minhas pernas, HAHAHAHA...

Ciça Donner disse...

Meu reino para ver essa cena... hahahahahahahahahaha

Mulher, daqui a pouco teu pai vai brigar comigo de vir fazer gaiatice no blog dele

Anunciação disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anunciação disse...

Do blog da Luciana,quer dizer.

Anunciação disse...

O comentário excluido é da anta aqui.Eu tinha dito que adoro festa junina e tinha muito prazer em conhecer seu blog.

Vivien disse...

vim conhecer o pai da Luciana....essa familia jacaré é demais.;0)