terça-feira, abril 13, 2010

FURTO DE CABOS TELEFÔNICOS

Meus amigos, desculpem-me! Hoje, não contarei nenhuma historinha engraçada. Hoje, ninguém poderá rir de lagartixas, do meu cachorro Ed, da Cinderela paulistana. Hoje, falarei de um drama aqui da minha região. Em postagem próxima, prometo que retorno com novas crônicas.

FURTO DE CABOS TELEFÔNICOS

Hoje, amanhecemos com os telefones do sítio totalmente mudos. A diferença é que, desta vez, não foram os raios e nem algum caminhão que trombou com algum poste, aqui na estrada. Simplesmente, os cabos telefônicos foram furtados. Agora à tarde, precisando ir até à cidade, vi, na estrada, diversos carros da empresa de telefonia providenciando a recolocação de cabos e a conseqüente religação das linhas. O engraçado, se é que se pode achar graça, é que os cabos são cortados por setores. Tiram uns 50 metros, vão mais para a frente, tiram mais uns 50 metros, e por aí vão. Ou seja: o cabo precisa ser recolocado em vários lugares. Obviamente, isso ocorre de madrugada, quando o movimento da estrada vicinal é praticamente inexistente e ninguém percebe o delito sendo cometido. Ou, se percebem, devem pensar que os carinhas pendurados em altas escadas junto aos postes são pessoas do serviço de manutenção.


Esse tipo de delito está muito comum nas regiões rurais e, por incrível que pareça, também dentro das grandes cidades. Não apenas cabos telefônicos, mas, também, cabos de eletricidade.

Sei que não deve ser fácil apurar e prender os responsáveis. Porém, acho que as autoridades deveriam se empenhar mais. E não apenas procurar o sujeitinho que se arrisca a tomar um choque elétrico, a cair do alto de uma escada, para tirar aqueles quilos de cobre. Deveriam procurar a fundo os receptadores, estes sim os grandes incentivadores do crime. No dia em que acabarem os receptadores, não haverá mais o interesse no furto de fios. Será que estou falando besteira? Será que só eu pensei nisso? Será que não seria possível chegar nesses sucateiros de metais e pesquisar a origem das sucatas de metais ali estocadas? É tão fácil! Bastaria colocar a fiscalização da Secretaria da Fazenda estadual, em conjunto com a polícia, em campo. Tem nota fiscal de compra ou, no caso de aquisição de particulares, nota fiscal de entrada com todos os dados verdadeiros (nome, endereço, CPF) do vendedor? Ótimo! Se livrou de suspeitas. Não tem a documentação de origem? Vai ter que se explicar!

E isso não apenas em relação aos receptadores de fios. Por que existem tantos furtos de cargas de caminhões? Hoje em dia, chegam a invadir transportadoras e levam vários caminhões de mercadorias de uma só vez. Onde vão parar essas mercadorias roubadas? Lógico! Nas mãos dos receptadores que, por sua vez, negociam tudo isso com terceiros.

O mesmo ocorre em relação a uma porcentagem grande de automóveis. Furtados, ou roubados, vão para “desmanches”. Posteriormente, as peças são comercializadas a preços bem baratos, diretamente aos consumidores.

Portanto, que se achem, se processem, se prendam, os receptadores de mercadorias roubadas. No dia em que eles saírem do circuito, não mais ocorrerão furtos de fios, de automóveis, de cargas de caminhões, de residências, etc. Ou será que existem outros interesses que impedem a chegada até eles? Eu só queria entender!!!...

         -          -           -          -

Para quem ainda não leu, recomendo a leitura da mensagem anterior.

Abração,
JF

16 comentários:

marliborges disse...

Olá J.F.
Bem vindo ao clube! Eu também moro num sítio e até o ano passado viviam roubando cabos por aqui, era uma desgraça. Depois descobriram quem comprava os tais de cabos, e foi aquela muvuca. Prenderam os caras, etc, etc, mas nós continuamos sofrendo. Aí, eles resolveram fazer os cabos subterrâneos e resolveu a questão. Mas foi preciso muito movimento dos moradores. Fomos parar até na televisão. Aí não teve jeito, trataram de arrumar. Cara, é brincadeira!!! Apresento minha solidariedade com o amigo!!! Só quem sofre pode avaliar! grrrr

Maia Oliveira disse...

O conplicado é que realmente uma coisa que está se torando frequente,aqui no meu bairro antes acontecia, mas achoq ue pelo movimento mesmo de noite não ocorreu mais, mas relamente é preocupante isso, mas as vezes parece que ninguém realmente quer punir alguém!

DILERMArtins disse...

Mas bah, JF.
Tenho um amigo que costuma dizer que vivemos num mundo de "faz de conta", assim faz de conta que as autoridades não sabem quem são os receptadores de mercadorias de todas as espécies.
Ano passado fui roubado em duas bombas de puxar água e uns cem metros de cabos elétricos, dei graças à Deus que os cabos estavam desligados, imagina o que aconteceria se pela manhã encontro o larápio morto preso ao cabo!

Magui disse...

Que contrariedade!!!E, vc tem razão.Não sei como não descobrem os receptadores ou quem recicla esse material.

Maria Helena disse...

JF
É lastimável... problems desta natureza, com tamanha situação de risco, fazer parte do cotidiano.
Bem...penso exatamente como vc. O comprador é o maior ladrão, e ele deve ser procurado e preso tb.
Outra questão que me intriga é o fato da telefônica que é maior prejudicada, que deve gastar horrores trocando esses cabos,ficar
quieta, trocar sem nenhum
estardalhaço. Fico pensando o que será que há por trás disso???? Por que já não resolvem colocando cabos subterrâneos, como no caso acima citado??? Não!!!??? trocam novamente os cabos, que serão provavelmente furtados. Será que são funcionários da empresa que roubam e os receptadores os sucateiros, para reciclagem. Vai saber,néééé´????
Abração.

maith disse...

Não resta duvida de que o ladrãozinho que está correndo risco de vida, de flagrante, de prisão é o que menos ganha no fim da história. O receptador ganha mais e sempre tem como justificar-se em caso de fiscalização.
Que será que nós podiamos (deviamos) fazer?
Se quiser dar uma passada pelos meus blogs, tem coisa nova por lá.

Marco disse...

Caro amigo J.F.
problema de roubo de cabos afeta todo mundo e se faz em todo lugar, infelizmente. Um dia, os cabos serão todos de fibra ótica e aí vai acabar essa palhaçada. Suas sugestões são perfeitas. mas será que as "otoridades" querem fazer isso? è como a produção de cocaína. Para se produzir esta droga, é preciso uma baita quantidade de éter. É só fiscalizar a produção e saída deste produto químico que acaba com a cocaína. mas por que não fazem?
Carpe Diem. Aproveite o dia e a vida.

Rosamaria disse...

Bah, J.F., eu costumo dizer que em outra encarnação eu devo ter sido chefe de gang e agora estou pagando, de tanto que já roubaram na nossa chácara, inclusive os fios elétricos e motor de puxar água do poço arteziano.
Ah! E já roubaram dois carros nossos. O primeiro, do pátio, conseguimos de volta, mas o segundo que estava na rua, pois estávamos reformando a casa e não tinha como colocar na garagem, nunca mais.
Isso sem falar nas vezes em que a casa foi arrombada. Da primeira vez foram todas as minhas jóias e na última sobrou pouca coisa.
A polícia conhece os recptadores e não faz nada.
Eu não contei da missa a metade, hehehe.
Espero que não se repita contigo.
Bjim.

Blog do Beagle disse...

JF eu também só queria entender. Imagine que a fiação de dentro dos viadutos de São Paulo é retirada... Bj. Elza

Rosamaria disse...

Deves ter levado um susto ao ver a jararaca, J.F.! Vamos esperar as fotos.

Diz pra Nina que tem receitas, se ela estiver interessada,na lateral do blog onde tem uma foto minha de avental. Não são organizadas,coisa que ainda pretendo fazer, mas tem coisas deliciosas.

Obrigada pela visita.
Bjim.

Maria Helena disse...

JF
Se tiver um tempinho passe pelo Caminho Suave, estou postando a minha viagem à Paris. Ficarei feliz com sua visita. abração.

Luma Rosa disse...

Lembro de ter lido uma notícia sobre uma quadrilha que furtava cabos telefônicos, eles possuiam uniformes, crachás e o carro era igual ao da empresa de telefonia. Até ordem de serviço eles tinham falsa, somente para entrarem nas casas e fazerem o serviço perfeito! Foram toneladas de produto apreendido e pelo que sei, o cobre vem da China (Olha a Mafia!) e aqui no Brasil são encapados. Portanto, matéria prima cara que separada pode ser reutilizada em vários setores da indústria tecnológica e também na arquitetura (revestimento de edifícios). O banho de cobre garante durabilidade a qualquer material, valorizando o produto final. Com o advento da reciclagem, essas quadrilhas encontram vários lugares para venderem o produto do roubo. Quando a polícia quer, descobre onde estão os bandidos! Beijus,

Claudinha ੴ disse...

Olá JR!
Aqui também temos vivido roubos na calada da noite. Numa construção, um prédio, roubaram canos e fiação que já estavam instalados. Nas fazendas da região também. Nas terras de minha sogra invadiram a oficina de meu cunhado e levaram todas as ferramentas dele. O caseiro não viu nada, nem os cães latiram. É muito feio isso. E as autoridades, conseguirão intervir para parar estes roubos?
Ora, ora...
O senhor pare por favor de reclamar do Ed, viu? Ele é um entendedor e não um metido a entendedor! Rsrsrs
MInhas filhas orquídeas estão ainda debaixo da laranjeira na casa velha. Estou pintando a casa nova e vou lhe mandar uma foto de onde pretendo instalá-las. Com isso e com a trabalheira não estou tendo tempo nem de blogar. Minha "tamanquinho" abriu 35 flores, um deslumbre e minha flor de maio esta novamente com brotos! E eu que nem ligava para plantas!

Um beijo procê e pra toda família! Pro Ed também!

Magui disse...

Ainda não normalizou o sistema?

Magui disse...

Vc desistiu?

Claudinha ੴ disse...

Ei JF! Por aqui a coisa está feia também... Roubaram lá nas terras de minha sogra... O pessoal das fazendas ficou um tempão isolado...
Uma pena|!

Beijos!
*Obrigada pela participação e carinho lá no TP!