domingo, junho 12, 2011

CUIDADO COM AS IMITAÇÕES

Se há coisa que tenho raiva é imitação! Não estou falando das imitações feitas por humoristas, na TV. Destas, em sua grande maioria, eu tenho é pena dos tão mal imitados e... poxa!, tenho mais pena ainda dos imitadores que não sabem imitar. E o que dizer das imitações vindas do Paraguai? Whisky fajuto, com belas marcas escocesas, fabricado aqui no Brasil e contrabandeado para a ex pátria do Solano Lopes. E, de lá, recontrabandeado para o Brasil. Imitações de tênis, imitações de jeans! Tem as imitações de relógios Rolex...

Engraçado, assaltante não rouba Rolex falsificado! Só de bater o olho eles já sabem que é fajuto. Só o feliz possuidor, que deve ter pago uma nota, é que não nota.

Agora, o que me irrita mesmo, de verdade, no máximo de minha irritação, são aqueles que procuram passar-se por mim. É verdade! Imitadores do JF! Eu me explico.

Sou um cara deveras conhecido nos meios orquidófilos pátrios, extra-pátrios e até apátridos. Por quê? Porque sou, oras! E vocês sabem que minha modéstia me impede de vangloriar-me com isso.

O drama é quando compareço a alguma exposição de orquídeas e, depois, comento nas listas de discussão, da Internet. Certamente alguém irá responder:

“Você esteve lá? Puxa, eu também fui e  não o conheci!”

Ou então:

“Caracoles, usted estabas allá? Mira, como no te reconoci?” Ou algo mais ou menos parecido com isso.

Dessa forma, para poder ser reconhecido por amigos internautas, nessas ocasiões, mandei fazer um boné no qual, na parte de cima, mandei bordar minhas iniciais, JF, que é como sou mundialmente conhecido nesses ambientes, modéstia à... Modéstia que vá às favas!

Acontece que a bordadeira gostou da idéia e a vendeu para alguma empresa fabricante estrangeira de roupas esportivas (talvez, a Adidas?). A idéia do boné com as iniciais? Não! Simplesmente, vendeu a idéia de minhas iniciais para utilização em qualquer coisa que cubra a cabeça.

Daí para frente, pelo mundo afora, uma porção de gente sequiosa de fama, mas longe dela, passou a utilizar-se de minhas iniciais, JF, na cabeça. Pode uma coisa dessas?

Vejam as fotos de alguns desses desconhecidos, espalhados por este mundão sem fim, que já aderiram à minha forma de ser devidamente reconhecido.






Portanto, meus amigos, ao se depararem com alguém com a cabeça encimada pelas iniciais JF, não se enganem! Examinem bem! Pode ser que não seja eu, o legítimo JF. Como me irritam esses caras que buscam seus minutos de fama!

            -            -            -            -
BELAS FOTOS, NO BLOGUE "LENTES2"
Pessoal, vocês conhecem a Claudinha, né? Do blogue "Transmimentos de Pensações" (http://transmimentos.blogspot.com/), onde ela faz prosa com sabor de poesia. Pois é! A Claudinha tem um outro blogue, "LENTES2" onde ela faz postagens de belas fotos. Na verdade, fotos com sabor de poesia. O endereço?  http://lentes2.blogspot.com/  Vale a pena ver.

            -            -            -            -
Abração e até à próxima.
JF (o verdadeiro)

10 comentários:

Miguel disse...

Meu caro "J".

Simplesmente horrendo o que essas maléficas e interesseiras pessoas estão fazendo com sua marca.

A propósito, vc registrou essa marca como patente de suas iniciais nos bonés?

Pode ser interessante meu caro, tem a questão de créditos devidos, royalties, e mais, vc pode cobrar os imitadores com substanciais indenizações, mesmo porque, conforme observei, tem gente graúda e de muita grana ostentando tuas iniciais. Pense nisso!

Meu caro "Jota", espero que vc consiga colocar em pratos limpos essa questão, grande abraço.

Até outras.

JuJu disse...

Pelo menos, há uma coisa boa nisso tudo: Seu J.F. fez um sucesso ~para não botar defeito, hehe! Porém, é claro e justo que você deve ser reconhecido por isso.
...
Até!

maray disse...

me fez lembrar de quando, em plena 25 de março, me ofereceram relógios rolex. O meu tinha quebrado e eu precisava de um. Por "10 real" levei um Chanel ;) Rolex é muito manjado ...

Sugiro mudar o boné pra JF, o legítimo! ( se bem que aí, pra caber tudo isso, ia ter que ser um sombrero mexicano...)

Magui disse...

Muitíssimo bom. Uma verve e tanto!

Maia Oliveira disse...

oie, ah que bom que me encontrou de novo então:)
fiquei muito feliz com a sua visita.
Ah, sobre HP concordo muito com o que vc disse, no texto foquei mais naqueles que criticam não por ser uma ficção e talvez não gostarem do estilo, mas aqueles que criticam bravamente sem conhecer, mais na questão da religião mesmo, foi mais nesse sentido, mas concordo com vc que quem não gosta, não se sente atraido não gosta e pronto, mas acho errado quem critiva viemente sem saber nem o contexto da história :)
mas muito obrigada por sua visita.
fica ocm Deus
beijos

Menina no Sotão disse...

É o peso do sucesso meu caro Zeca. kkkkkkkkkkkk Olha, essa na cabeça do Lulla não deu. Não mesmo. kkkkkkkkkkkkkkkk


bacio

Claudinha ੴ disse...

Olá JF!
Mas que gentil você é! Obrigada pela citação.
Adorei a história e tome cuidado mesmo! estes imitadores, tsc, tsc, tsc!
Mas a Branca de Neve??? hahahaha. Um beijo e estarei atenta, viu?

Francy´s Oliva disse...

Realmente acho um absurdo as pessoas ficarem te imitando, como pode? J.F só existe um(rs) ainda mais aquele companheiro com a cara de quem não sabe de nada. Assim não dá kkkkkkkkk.
beijos

Miguel disse...

"J", passando pra deixar um abraço e desejar um ótimo final de semana.

Hj em Sampa tá pintando um dia menos frio, vamos ver.

Abração.

Rosamaria disse...

Dos outros não me admiro, mas a rainha???? É uma barbaridade, J.F., acho que tinhas que tomar alguma providência, isso não pode ficar assim. Segue a sugestão do teu amigo Miguel.

Bom domingo pra vocês.
Bjim