sexta-feira, março 25, 2011

NEM TANTO AO MAR, NEM TANTO AO RIBEIRÃO!

Pessoal,

Vejam só! Na última postagem, falei sobre as dúvidas existenciais de meu primo Aparício. Pois não é que ele ficou mais famoso que eu? Os leitores do meu blogue é que começaram com o entusiasmo. Agora, com a fama, primo Aparício já decidiu: será candidato a prefeito em sua cidade lá do interiorzão. Além disso, quer fazer um filme de sua vida, contracenando com a Anne Hathaway.

“É isso, primo. Garanto que depois ela vai me presentear com um monte de bonequinhos do tio Oscar dela, como aqueles que ela distribuiu prum monte de gente.”

“Primo, ela está no Rio de Janeiro.”

“Rio de Janeiro? Diz prá ela vir me visitar no sítio que eu preparo um leitãozinho pururuca prá ela.”

Bom, eu não queria contar aqui, mas vou ter que contar. A fama dele me obriga.

Primo Aparício é pescador. Verdade! E dos bons, segundo ele. Outro dia ele me contou uma pescaria no ribeirão que passa no fundo do sítio.

“Prá começar, pesquei uma tainha de dois quilos...”

“Primo, uma tainha no seu ribeirão?” Ele não me escutou e continuou a história.

“Mas era uma tainha pequena e eu a coloquei inteirinha no anzol, prá servir de isca prá peixe maior. De repente, senti uma fisgada brava. Esperei um pouquinho e comecei a puxar. O peixe era enorme e não queria vir. Eu puxava ele pro meu lado, ele me puxava pro lado dele. Eu puxava ele pro meu lado, ele me puxava pro lado dele. E assim foi até que ele cansou e eu consegui puxá-lo prá fora da água. Era um tubarão enorme!”

“Um tubarão, primo? No seu ribeirão?”

“Você nem imagina o que tem de peixe bom lá no ribeirão! Mas o bom é que o tubarão não veio sozinho. Dentro do buxo dele, tinha dois dourados e três pintados de 20 quilos cada um, inteirinhos. À medida em que eu ia puxando ele ia engolindo tudo quanto era peixe que passava pela frente dele. E foi assim que eu pesquei seis peixes em uma fisgada só.”

“Espera, primo. E a tainha que você usou como isca, também não estava inteira? Com ela são sete peixes de uma só vez.”

“A tainha estava inteira, mas ela eu não conto.”

“Por que, primo?”

“É que com ela vai dar sete peixes e sete é conta de mentiroso. E eu não sou mentiroso!”

É verdade! Tenho que admitir. Se fossem sete peixes em uma única fisgada, eu iria duvidar do Primo Aparício.

            -            -            -            -            -            -
Gentes, essa historinha, embora em versão um pouco diferente, já me havia sido contada por meu compadre pescador Antonio Prenholato, de Brasília e foi utilizada como "causo" contado em várias apresentações do grupo Família Jacaré. Para quem não sabe, o Família Jacaré era (eventualmente ainda é) formado por um avô, uma avó e duas netas, dois pais, duas mães e três filhas, dois maridos e suas duas esposas (uma cada um!), duas irmãs, um sogro, uma sogra e um genro. Enfim, somos um sexteto composto por vinte parentes. hehehehehe


            -            -            -            -            -            -
A dúvida que fica: quem seria o pescador mentiroso: primo Aparício ou compadre Antonio Prenholato? Ou será que os dois falaram a verdade e eu, que estou duvidando, é que sou o trouxa? Sei lá!

Abração,
JF

14 comentários:

Luciana Vannucchi de Farias disse...

PAIÊ:

Como não posso duvidar de nosso amigo Pr., acho que o loroteiro é o primo Aparício. Só acredito quando ele nos mostrar a foto do tal tubarão!!!

Beijocas...

Magui disse...

Bem adaptado. Eu não acredito em nenhum dos dois, heheheh...

Claudinha ੴ disse...

JF, você é que não prestou atenção direito na história JF! Imagine, um pescador contar mentira!E se ele fizer o filme, me chame para a estreia! hahahaha Um beijo a todos!

JuJu disse...

Ah, mas acho que essa história só iria deixar de ser conto de mentiroso de o primo Aparício tirasse o tubarão dessa conta.
Até!

Nina Maria disse...

Amor da minha vida,

Esse primo Aparício não tem jeito mesmo!
Como a Lu bem lembrou, até agora não vimos nenhuma foto do tubarão
beijos

maray disse...

não dizem por aí que quem conta um conto aumenta um ponto? Se o conto for uma história de mentiroso, quem aumenta um ponto será o que? Heim? Heim?

Menina no Sotão disse...

Ai ai ai Zeca, sem foto no facebook, vídeo no youtube ou dizeres no twitter fica difícil de acreditar no tubarão. kkkkkkkkkkkkkkk
bacio
Lunna

Rosamaria disse...

Também acho que tinha que ter uma foto pra comprovar, ainda mais que é história de pescador, hehehe.
Bjim.

Mariazita disse...

Vim aqui parar nem sei bem como... talvez pisando suavemente de nenúfar em nenúfar :)))

O que interessa é que vim e gostei imenso daqui.
Li os dois últimos posts, e achei-os excelentes.

Posso me fazer sua seguidora? Acho que sim... Se quiser fazer o mesmo dar-me-á muito prazer.

Bom fim de semana. Beijinhos

PS - Vou dar um pulinha na casa da filhota.

Miguel disse...

O primo tá me saindo pra lá da conta. Com certeza, opinião minha, já está merecendo um filme ao lado da Anne Hathaway. "Jota", admira-me demais a discreção do primo em falar a verdade, deixou de contabilizar um peixe para não participar da plêiade de pescadores famosos por não corresponderem com a verdade. Agora, vamos e venhamos, um tubarão no ribeirão do primo é um fato e tanto, a imprensa deveria ter destacado o fato. Abração meu caro, logo mais estaremos voltando, ah, abraços também no primo..hehe..

Blog do Beagle disse...

òi, quem tá falano a verdade ieu nun sei, mai ... sexteto de vinte ieu nunca vi! Bjs. JF saudadocê. Elza

mazé Oliveira disse...

Amigo passa no meu blo0g tem novidades. Adorei o blog do Ed. Já sou seguidora!

* Maria Edméia * disse...

*José Francisco ! *Bom dia !!!

*Vim aqui para te agradecer o

comentário que você deixou lá no

meu querido *Caderninho e para

- também !!! - conhecer este teu

espaço virtual !!!

*José, observando a sua foto

aqui ... "Você venceu a

ANOREXIA ?! " Pergunto porque nos

meus 12 anos de idade - hoje tenho

50 !!! kkkkkkkkkkkkk - eu tive um

problema sério com isto !!! (*Eu

venci a ANOREXIA !!! *Graças a

Deus !!!).

*JF, ou melhor, José

Francisco, desejo-te um alegre

final de semana ao lado da sua

amada esposa e amados filhos e ...

já te sigo aqui !!!

*Fiques com Deus !!!

*Um abraço.

Miguel disse...

Não resisti e cá estou novamente para mais uma vez ler esta inquestionável aventura do primo. Abração meu caro "J", logo mais estaremos de volta. Inté.