quinta-feira, agosto 02, 2007

Cia. Estradas de Ferro Glória do JF

Gentas e gentos.

Depois de muito meditar, resolvi partilhar com vocês a possibilidade de participarem de um empreendimento de um alto grau de lucratividade. Pelos meus cálculos, de 40 a 50% de rendimentos AO MÊS! Não é venda de avestruz! Trata-se de um negócio com garantias de lucros, para ninguém botar defeito. É por o dinheiro agora e aguardar o início das atividades da empresa, que já lancei. Estou recebendo as importâncias que serão todas contabilizadas como "adiantamento para aquisição de Ações Preferenciais Nominativas" da Cia. Estradas de Ferro Glória do JF. O JF no nome da empresa se justifica: EU tive a idéia e EU serei o Presidente da Companhia. Naturalmente, deverá haver um pouco de paciência relativamente ao retorno do capital investido, sob a forma de dividendos mensais. Por enquanto, estou na fase de desenvolvimento do projeto e lançamento da Cia. E venda das ações (com o correspondente recebimento do dinheiro dos investidores). Depois disso, quando ocorrerem as condições favoráveis, será construída a ferrovia. Com o início das operações, haverá muito transporte de cargas e pessoas, o que, em "investimentês", significa: $$$$$$$$$$. Ou seja: lucros certos.

Vocês sabem que, no início, no planeta havia um único continente: Gondwana, ou algo assim. Com o passar dos tempos, os continentes se separaram e os mares foram invadindo os espaços abertos entre eles, formando os oceanos. A América do Sul destacou-se da costa africana e foi se afastando cada vez mais, até chegar à enorme distância que, hoje, separa esses continentes. Uma parte dos Oeceoclades maculata (*) ficou do lado de lá, já que eles não sabem nadar. Isso os impede de voltar.
Entretanto, fidedignas fontes, me garantiram que esse movimento de "afastamento" dos continentes não parou. NÃÃÃÕOOO!!! A América do Sul continua nesse processo de afastamento da África. A cada ano, alguns centímetros são acrescidos a essa distância que separa os continentes.
Entretanto, sabemos que nosso planeta é uma bola (ou, melhor dizendo, uma pêra, pois é mais achatado no pólo norte e mais pontudo no pólo sul). Se fosse simplesmente uma placa, como pensavam os antigos, haveria um momento em que a América chegaria à beira do precipício e cairia. Mas, como é redondo (ou pêrico), o que vai acontecer? Num determinado momento, lá no futuro, depois de cruzar o Oceano Pacífico, a América irá bater do outro lado de Gondwana. Ou seja: a América do Norte irá trombar com o Japão, Filipinas, China. A América do Sul irá bater na Austrália. Certo???? Certíssimo!!!!! Como 2 e 2 são 22!

E foi aí que me chegou a brilhante idéia. Vocês já imaginaram uma estrada de ferro ligando Rio de Janeiro a Sidney? Não???? Pois eu já imaginei! Sensacional!!! E foi assim que pensei na construção dessa estrada de ferro intercontinental. O custo não será muito alto, já que, nessa ocasião, o mar terá desaparecido, encurtando a distância em muitos milhares de quilômetros. E resolvi colocar todos vocês como meus sócios nesse empreendimento maravilhoso, de grande envergadura, e, sobretudo, de lucro certo! Tão logo os continentes se encontrem, começaremos as obras da construção. Mas, as ações preferenciais nominativas, sem direito de voto mas com garantia de recebimento de dividendos, já estão sendo lançadas, para que possamos pagar as despesas com registros, patentes, projetos, etc.

Assim, estou lançando no mercado lotes de ações da nova empresa:

1.000.000 de ações PN, a R$1,00 por ação, no lançamento, com deságio, estão sendo ofertadas por RR$100.000,00. Um grande negócio. Ninguém pode perder! Deságio de 90%! Quando a estrada de ferro entrar em funcionamento, valerão, nas Bolsas de Valores do mundo todo, pelo menosR$2.000.000,00;

É barato! Mas, vocês estão descapitalizados? Não tem problema. A satisfação dos sócios está em primeiro lugar. Não esqueçam que esta é, autenticamente, uma ação entre amigos:

1.000.000 de ações PN, a R$1,00, cada uma, por R$ 10.000,00. Não existe negócio com melhores perspectivas. Pensem bem!

Não dá? Ainda está pesado? Tá legal! Tá legal! Faço o mesmo lote de ações PN por R$ 1.000,00.

Mesmo assim, vocês ainda não têm disponibilidades? Que tal R$ 100,00? R$ 10,00?

Cês são duros, mesmo, hein? Tá bom! R$ 1,00 pelo lote de 1.000.000 de ações PN da Cia. Estradas de Ferro Glória do JF.

Nããããããooooo??????? Por isso que odeio pobre! Ceis nunca têm dinheiro!

Azar de vocês. Vou lucrar sozinho

JF

Em tempo: gentes, eu aceito o pagamento em vale transporte, vale-refeição, vale do fome-zero...

(*) Oeceoclades maculata – espécie de orquídea terrestre encontrada no continente americano, desde a Argentina até o sul dos Estados Unidos, e, também, na África.

Publicado, originalmente, na lista NESO de discussão (Yahoo), 01/12/2005.

Um comentário:

luma disse...

Além de afastar, a América do Sul vai escorregar para baixo? Precisamos de ferro mais duro e resistente à corrosão, para segurar uma terra a outra e não deixar que 2 e 2 se separem. Talvez a adição de calcário à mistura de carvão, o que possibilitará melhor absorção das impurezas.
Meu caro, as ações precisam elevar de valor!
Bom fim de semana! Beijus, Luma